janelas

tributo (em jeito de desabafo)


A um agrafador...
aos dez anos que passámos juntos,
a todas as mudanças, que juntos fizemos,
às resmas de papel que agregámos.
Valeu mesmo a pena ter-te comprado!
Que tristeza (juro!) não te poder usar doravante.
Lá terei de comprar outro.
Para te substituir.

1 comentário:

marga disse...

Uma vida em conjunto, durante dez anos, e tudo acaba assim...
Em pedaços!