janelas

há pessoas fantásticas, não há?

Paula Lourenço foi minha professora há mais ou menos 15 anos. Em duas disciplinas.
Das melhores, das que mais me marcaram e com as quais mais aprendi na faculdade/FLUL, diga-se em abono da verdade (a par de, mais três ou quatro exemplos, António Guerra, António Ventura, António Cordeiro Lopes e Ana Leal de Faria).
Foi por causa dela é que, muito provavelmente, não me perdi na imensidão da História; ganhando-lhe o gosto. A investigação, os pergaminhos, os papéis e os microfilmes.
Ah, e aquela coisa a que chamam Paleografia...e a que eu chamo jogo de adivinhar o que os outros, lá atrás, escreveram...e que nos deixa assim um bichinho cá dentro, que nunca mais nos larga!

Por essa razão (que é uma das muitas que poderia citar a propósito da Professora, Paula Lourenço), e porque foi um prazer enorme revê-la e conversar com ela, no Sábado, a propósito de mais uma edição do munícipio de Torres Novas, aqui fica o meu contributo para as suas "Amantes" que, ainda, não li, mas que vou tentar ler em breve.

E, já agora, a fotografia da capa do livro que apresentou.


4 comentários:

José Ricardo Costa disse...

Hummm! Deve ser interessante. Eu adoro a quinta da Cardiga. Tu farias lá uma boa sessão de fotografia. Mas tem cuidado. Ceritifica-te de que o caseiro não anda por lá depois de saltares o gradeamento para entrares. Da última vez fui apanhado, foi uma vergonha, pedi imensa desculpa ao senhor, parecia um puto no supermercado apanhado a roubar um chocolate. Lol!

JR

marteodora disse...

JR, essa deve ter sido de mais!
Adoraria ter presenciado essa cena :D
Já não salto vedações desde o meu 8.º ano. Saltei a vedação da Escola Secundária Solano de Abreu, em Abrantes, para ir apanhar ginja!
Vê só!
Fui apanhada e levaram-me, conjuntamente com o meu grupinho de "salteadores" à presença do Presidente do Conselho Directivo.
Apanhámos cá um destes raspanetes...e,ainda hoje, me lembro dos tapetes daquele gabinete, LOL!
O livro "Quinta da Cardiga..." é da autoria de Luís Miguel Baptista, não sei se ficou bem perceptível no post.

marga disse...

se há pessoas fantásticas? Então não!! Aqui mora uma mesmo ao lado. ;-)

marteodora disse...

Obrigada, minha linda.
Não vamos estar aqui a trocar "galhardetes" mas devolvo-te o elogio, com a mesma intensidade.
Bjs.