janelas

Onde andarás tu Dulcineia?






D. Quixote, pela mão do ceramista/pintor torrejano Hélder Dias, (HD).

6 comentários:

graça martins disse...

Que bonito!!!
Adoro Quixotes a lutar com moinhos de vento pela sua Dolcinéia.
O Helder é um artista!
e que bom a tua divulgação!
abraços,
g

R.Ferrari disse...

Um belo trabalho.

Diego M. disse...

Me quedo con la segunda toma... con ese angulko, da la impresion de un gesto espasmado, asustado, sorprendido, jejeje, genial Don Quijote!
Pero yo pregunto.. donde esta Sancho??

Saludos y mana!!

Ivone Costa disse...

Quixote, por mais que se interrogue, nunca saberá por onde anda Dulcineia.Ela não anda, ela apenas permanece. No único sítio onde não procura: dentro dele. É a velha história, transformando-se o amador na coisa amada.
Belo trabalho este do Helder Dias.

Ivone

Luisa Moreira disse...

Muito bonito.

Obrigada, pela pertilha.

Luisa

Chapa disse...

Fantástico cavaleiro da triste figura, com o ar alucinado que se espera e tudo.