janelas

na manhã


1 comentário:

Maria de Sousa Pinto disse...

Na manhã! Atravessando a ponte p`rá outra margem, o dia emerge envolto em neblina que se esfuma enquanto o sol espreita, ainda indeciso, anunciando-se no horizonte e deixando-se refletir nas águas onde se espelha...
"Manhã de nevoeiro, tarde de soalheiro"?! Mais um dia que desponta!... E quem sabe, para lá daquela ponte, um dia prometedor, de sorrisos autênticos, de gestos amigos, de palavras sentidas, de olhos cintelantes de amor... de momentos felizes, quiçá!...